Fosso Olímpico

Disciplina de tiro desportivo aos pratos, em que estes são lançados a uma distância de 76 (+ ou – 1m), por 15 máquinas (numeradas de 1 a 15, da esquerda para a direita) instaladas no interior de um fosso, cujo tecto está ao mesmo nível das 5 posições de tiro.

As posições de tiro são delimitadas por quadrados com 1 metro de lado.

A linha que une a face anterior das posições de tiro encontra-se a 15 metros da borda frontal do tecto do fosso.

As 15 máquinas que lançam os pratos estão organizadas em cinco grupos de 3 máquinas.
À frente de cada posição de tiro, sobre o tecto do fosso, encontra-se pintada uma marca que indica a máquina central de cada grupo.

Em cada grupo de 3 máquinas, a máquina da esquerda lança os pratos para a direita, a máquina central em frente e a máquina da direita lança os pratos para a esquerda.

Existem 9 esquemas pré-fixados para regulação das 15 máquinas em altura, e ângulos.

Os pratos são lançados à voz do atirador, por intermédio de um sistema de microfone eléctrico colocado à frente de cada posição de tiro (phono-pull).

Cada um dos microfones encontra-se ligado a um aparelho electrónico que fará a distribuição dos pratos por cada atirador, de modo a que no final de cada série de 25 pratos, todos tenham atirado aos mesmos pratos, embora por ordem aleatória.