Skeet

Disciplina de tiro desportivo aos pratos, em que estes são lançados por duas máquinas colocadas em duas casas: casa alta (também conhecida por “pull”) e casa baixa (também conhecida por “mark”). Existem oito posições de tiro: As posições 1 a 7 (quadrados com 90 cm de lado) estão colocadas sobre um segmento de círculo; A posição 8 (rectângulo com 1,85 m de comprimento por 90 cm de largura) está situada no ponto médio entre as casas alta e baixa.

A altura e ângulo em que cada uma das máquinas lança os pratos estão pré-definidas, devendo os pratos lançados alcançar entre 68 metros.(+ ou -1m).

Os pratos são lançados, a pedido do atirador, por intermédio de um sistema de microfone eléctrico colocado à frente de cada posição de tiro (phono-pull), ou através de um sistema eléctrico-manual accionado pelo árbitro principal.

É obrigatória a existência de um dispositivo designado “timer” que vai proporcionar o lançamento dos pratos num período indefinido de tempo, variável entre 0 e 3 segundos, e uma luz indicadora que a saída do prato foi accionada.

Uma série compreende 25 pratos, lançados segundo uma ordem pré-definida, onde se atira a pratos simples (um só) e doubles (2 pratos lançados simultaneamente).

Segundo as regras da ISSF todos os atiradores deverão usar no seu colete de tiro uma marca permanente, de cor amarela, que assinalará o local onde se posiciona a ponta do cotovelo do braço (do gatilho) quando o atirador está na posição de “pronto”, segurando a arma com as duas mãos.

No momento de pedir o prato e até que ele seja lançado, a coronha da espingarda tem de estar encostada ao corpo e a parte inferior da coronha tem de estar sobre ou abaixo da marca amarela.